terça-feira, 13 de maio de 2008

Felipe Massa, o sultão da Fórmula 1

Três vitórias na Turquia e duas no Bahrein. Se quiser ser campeão do mundo, Felipe Massa tem que solicitar à FIA a inclusão do GP do Líbano, GP do Irã e quem sabe até o GP da Arábia Saudita. Ou então, poderia disputar corrida de camelo.
Continua estranha a sensação de não ter que acordar cedo pra ver corrida, e não ouvir a musiquinha. Tenho que caçar Youtube pra ouvir o Brasil-il-il.

Por falar em corrida de automóveis, hoje eu vi o Speed Racer. Quase no final do filme, deu pra perceber que tinha patrocínio da Petrobrás (a marca aparece em um dos carros). Este filme foi pior que muito filme com patrocínio desta petrolífera. E mais caro.

Um comentário:

CaroL disse...

Possivelmente verei o Speedy hoje, mas pelo que estou ouvindo, parece que é um lixo. Falaram que o Racer X está vestido de Ciclope dos X-Men, mas numa versão muito mais chata. Estranhamente, o Merten do Estadão gostou.

Sobre a corrida de Formula 1... o pouco que eu vi foi menos mala que a anterior. Ou o jogo de tênis em paralelo a essa estava beeeem mais mala que o em paralelo à da Espanha (na outra corrida o tênis era Federer vs. Nadal)